O papel da mentalidade no desenvolvimento dos alunos

A busca por novas práticas de ensino e o aprimoramento contínuo das metodologias de aprendizagem para ajudar os alunos a melhorarem o desempenho acadêmico fazem parte da rotina das escolas. Oferecer uma educação de qualidade que saia do lugar comum, ensinando os estudantes não apenas sobre questões básicas como matemática e português, mas também sobre personal goals – metas pessoais, em tradução livre -, é um dos maiores desafios da educação brasileira, envolvendo capacidade de reflexão crítica, resiliência e caráter, preparando-os para lidarem com os desafios do mundo contemporâneo.

É certo que muitos aspectos podem influenciar no rendimento escolar dos alunos, como questões socioeconômicas e estruturais, por exemplo. Assim, é necessário avançar nos modelos de ensino para além da simples exposição do conteúdo em sala de aula pelos professores. A proposta de novas técnicas de aprendizagem deve caminhar em sintonia com o mundo moderno, por isso, o avanço educativo no sentido de ensinar por meio de projetos, inclusive artísticos, transformando o estudante em protagonista na produção do conhecimento, é fundamental para estimular o desenvolvimento crítico, bem como o criativo.

Neste sentido, uma questão importante que deve nortear a busca da comunidade escolar por melhores resultados é o desenvolvimento de uma mentalidade construtiva ou de crescimento entre os estudantes. O impacto dessa característica mental é enorme e ajuda no aperfeiçoamento de diversas habilidades para além do acadêmico, como autoconfiança e empatia. A importância desse mindset também foi percebida pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Em um relatório sobre o assunto, a organização afirma que o desenvolvimento desse código mental deve ser um dos principais objetivos dos educadores.

A mentalidade de crescimento

O conceito de mentalidade construtiva foi desenvolvido em 2006 pela psicóloga Carol Dweck. Em seu livro “Mindset a nova psicologia de crescimento”, a autora argumenta que pessoas com esse tipo de mentalidade acreditam que suas mentes têm um potencial ilimitado, estando, inclusive, em constante evolução. Ainda segundo a autora, pessoas com esse tipo de perfil mental pessoas são mais resilientes e motivadas para o sucesso e a aprendizagem.

No atual cenário em que a sociedade global está, o qual a troca de experiências e o surgimento de novas visões e percepções de mundo são constantes, uma mentalidade de crescimento é essencialmente útil para compreender tais processos e desenvolver habilidades de comportamento e reflexão, como respeito às diferenças, persistência e proatividade.

Como as escolas apoiam no desenvolvimento de uma mentalidade construtiva?

Diante das muitas vantagens de um mindset em constante transformação, desenvolver uma mentalidade de crescimento é o objetivo de muitas pessoas. Existem alguns fatores que podem influenciar nesta questão – o convívio familiar e o ambiente escolar são alguns deles. A escola tem um papel fundamental neste processo, podendo ajudar os estudantes a desenvolverem uma mentalidade de crescimento desde o momento que ingressam no espaço educacional.

Para isso, as instituições educacionais precisam estar bem equipadas não apenas com uma estrutura moderna e tecnológica, mas também com bons projetos de ensino que valorizem as aptidões pessoais de cada aluno e os estimule a se engajarem nas atividades, bem como nos processos de aprendizagem, destacando questões como compromisso e responsabilidade. Um programa de ensino de qualidade pode contribuir para o desempenho das crianças e jovens de muitas maneiras – seja incentivando-os a explorarem o potencial de suas mentes ou a enfrentarem assuntos mais complexos, como as dificuldades e o fracasso.

Dessa forma, além de ensinar os alunos que, ainda que seus projetos tenham falhado, eles não fracassaram, a escola deve auxiliá-los também a lidarem com as dificuldades que surgirem em sua trajetória, extraindo conhecimento de cada desafio superado e aperfeiçoando suas habilidades individuais de resolução de conflito e superação.

Por fim, vale ressaltar que todos podem desenvolver uma mentalidade de crescimento. Da mesma forma, também é inegável que o apoio da escola neste processo é fundamental para que as crianças e jovens desenvolvam um mindset flexível desde o início da vida escolar. Para além do impacto na vida acadêmica, esse tipo de mentalidade influencia diretamente a forma como os estudantes resolvem conflitos, problemas e lidam com os desafios do mundo contemporâneo.

Clique aqui para ler a matéria no Portal Administradores.